Aposentadoria 32

Antes de discutirmos sobre o que é a aposentadoria por invalidez 32 e se a mesma é definitiva ou não, primeiro precisamos entender o que é este beneficio concedido pelo INSS.

O que é a aposentadoria por invalidez?

A aposentadoria por invalidez é um benefício concedido a todos os segurados do INSS que sofrem de alguma tipo de incapacidade permanente e sem cura, que impossibilite totalmente a realização de algum trabalho. É a garantia de que mesmo não podendo exercer nenhuma atividade laboral, ainda poderá viver com dignidade.

É levado em conta inúmeros fatores na hora de conceder a aposentadoria por invalidez, além da própria incapacidade em sí, é analisado a idade, o grau de estudo, o meio em que viver, entre outros.

Mesmo com toda esta analise, há inúmeros segurados por todo o Brasil que tem seu benefício indeferido injustamente, se esse é o seu caso, leia nosso artigo sobre o assunto clicando aqui.

Normalmente o valor da aposentadoria por invalidez correspondente a 100% (cem por cento) do salário de benefício, e caso fique demonstrado que o segurado precisa de acompanhamento permanente de outra pessoa para sobreviver, há um aumento de 25% sobre esta renda.Aposentadoria por invalidez 32

O que significa aposentadoria por invalidez 32?

O número 32 ,de aposentadoria por invalidez 32, é um código utilizado pelo INSS para diferenciar a aposentadoria de invalidez de outros benefícios, como o auxilio doença por exemplo, que é o código 31.

É o benefício que será devido ao trabalhador que, mesmo também em auxílio-doença, for considerado incapaz para o trabalho e sem chance de reabilitação para o exercício do trabalho que lhe garanta a sobrevivência. Este benefício é pago ao segurado enquanto o mesmo permanecer nesta condição.

 

Aposentadoria por invalidez 32 é definitiva?

A ideia de se ter este beneficio, é que mesmo após muito tempo, o trabalhador não conseguirá se recuperar e voltar ao trabalho normalmente. Porém, mesmo assim, o INSS realiza procedimentos como exames médicos, processo de readaptação profissional e alguns tratamentos.

Estes procedimento são obrigados ao aposentado por invalidez 32, caos não realize, pode perder seu beneficio. Porém, ao alcançar os 60 anos, o trabalhador não é mais obrigado a realizar estes procedimentos, com apenas algumas exceções:

  • Verificar se ele vai precisar de acompanhamento permanente de outra pessoa, o que vai gerar um aumento de 25% sobre o valor da aposentadoria;
  • Verificar se o aposentado se recuperou da lesão, devendo ele mesmo solicitar os exames caso entenda que consegue trabalhar novamente;
  • Subsidiar autoridade judiciária na concessão de curatela, ou seja, auxiliar na hora de passar para outra a pessoa os cuidados e administração do aposentado e do benefício.

Compartilhar com amigos:

Leia também:

8 Comentários

  1. Tenho um empregado que está aposentado por invalidez desde 19/04/2013.
    Porem, estou encerrando a empresa e preciso zerar meu quadro funcional.
    Entendi através das leituras que fiz, inclusive com esse artigo, que não posso dispensá-lo enquanto a aposentadoria não se tornar definitiva.
    É isso mesmo?

  2. BOA TARDE……EU MARCÍLIO CLAUDIO PENAS, ME ACIDENTEI NO TRABALHO , EM 2013…FIZ VÁRIOS TRATAMENTOS, E CIRURGIA, NO JOELHO E PANTURRILHA A ONDE FOI CONSTATADA , UMA TROMBOSE, EM 2014 MARÇO FUI APOSENTADO POR INVALIDEZ PERMANENTE 32…FIQUEI EM CASA ATÉ HOJE, SEM SABER QUAIS OS DIREITOS QUE TENHO, NO VINCULO DE TRABALHO DE 2009 A 2014…ESTOU COM MINHA CARTEIRA ASSINADA PELA EMPRESA,ATÉ ESTA DATA, ISSO É NORMAL…..PROCUREI DP-PESSOAL DA EMPRESA, ELES ALEGAM QUE ISTO É NORMAL…QUE EU NÃO TENHO DIREITO A NENHUMA INDENIZAÇÃO NEM OS 40% do FGTS….NA ÉPOCA DO ACIDENTE EU ERA PRESIDENTE DA CIPA.., RECEBIA UMA COMPLEMENTAÇÃO MENSAL, MAIS POR FORA DA CLT, TAMBÉM PARARÃO DE PAGAR, NÃO RECEBI O SEGURO DE ACIDENTES DA EMPRESA…MEU E-MAIL E mc.penas@bol.com.br…por favor o que devo fazer

  3. Sou aposentado por invalidez fui operado da coluna sendo necessario colocacao de pinos e placas sou diabetico fui doador de rim tenho asteoporose no quadril constatado por exames.tenho 59 anos se for convocado para revisao e o beneficio for negado o que faco pois a firma que eu trabalhava quando me aposentei a mesma fechou.

  4. meu nome e alexandre vicente tenho 47 anos fui militar e em 92 fui trabalhar em carro forte em 98 me acidentei e fiquei 7 anos e meio no auxilio doenca e em 2004 fiseram uma junta medica a onde ficou constatado a minha incapacidade e eu estou aposentado a 13 anos,a minha duvida e o inss pode cancelar a minha aposentadoria pois permaneco com sequelas irreversiveis.

  5. Passei quase 8 anos no auxílio doença até que me aposentaram por invalidez , já fazem 2 anos, tenho depressão forte e mesmo tomando remédios nunca fiquei boa. Gostaria de saber se com essa nova reforma corro o risco de perder a aposentadoria, e também gostaria de saber se eu for convocada a fazer nova perícia quais os documentos que terei que apresentar e se posso levar laudo do meu médico particular (plano de saúde), pois como é muito difícil o atendimento pelo sus fiz um plano pra ser acompanhada pelo psiquiatra e psicólogo.

  6. Boa tarde. Estou desde maio de 2003 encostado no INSS entre auxílio doença e aposentadoria por invalidez tenho 14 anos de INSS e 53 de idade faço 54 em novembro 2017 se até novembro de 2018 eles não mim chamarem pra revisão ainda posso ser chamado para revisão?

    • Olá Valdir,

      Poderá sim, mas por agora basta esperar. Não se preocupe, se você tem o direito, o seu benefício continuará.

      Abraços.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário