A doação de sangue é um procedimento médico simples aonde um voluntário se dirige à um posto especializado com a intenção doar seu sangue para ajudar em operações, transfusões ou qualquer outra emergência médica.

Desculpe nos pelo texto fora do assunto. Esse texto faz parte de uma pequena tentativa por parte do Saiba seus Direitos de tornar o mundo melhor.

No Brasil menos de 2% da população vai doar sangue regularmente, o que apesar de que não seja comum se adiar cirurgias e operações pela falta do liquido, não é seguro para um país ficar tão perto do limite.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o ideal para o Brasil seria algo em torno de 2 a 2,5%, evitando que problemas futuros possam vim a ocorrer por baixo estoque de sangue nos hospitais.

É importante que o governo se reúna com a sociedade civil e comece a criar projetos de conscientização para que a população entenda que doar sangue salva vidas e não oferece nenhum risco para o doador.

doar sangue


REQUESITOS PARA DOAR SANGUE

Todo cidadão pode ser doador de sangue, bastando que compareça com um documento oficial e voluntariamente.
Porém, alguns requisitos básicos para doar sangue são necessários, para que se elimine completamente a chance de transmissão de algum vírus ou doença:

  • Para jovens entre 16 e 18 anos é necessário que esteja acompanhado dos pais com sua devida autorização.
    • Ter até 69 anos, 11 meses e 29 dias, e ter feito a primeira doação antes dos 60.
    • Deve pesar mais do que 50KG
    • Estar alimentado. (Lembrar de não comer comidas pesadas antes da doação)
    • Ter repousado por pelo menos 06 horas no último dia.

Outros fatores temporários também podem impedir a doação:

  • Estar grávida ou até 180 dias após o parto.
    • Estar amamentando
    • Ter ingerido bebida alcoólica nas ultimas doze horas.
    • Ter realizado piercing ou tatuagem nos últimos 06 meses.
    • Ter feito sexo sem proteção no último ano.
    Outros critérios são totalmente impeditivos, ou seja, não podem doar nunca:
    • Hepatite antes dos dez anos
    • Possuir Hepatite B e C, AIDS, HTLC e Doença de Chagas
    • Uso de drogas injetáveis
    • Ter contraído Maláriadoar sangue

Apesar de possuir uma lista extensa de restrição, grande parte da população pode doar seu sangue sem qualquer problema, sendo possível doar a cada três meses se for do sexo masculino e a cada quatro se for do sexo feminino.

Então não deixe de doar, sempre que puder. Doar salva vidas!

COMO DOAR SANGUE

Caso você queira doar sangue é bastante simples.

Primeiramente você deve verificar se não se encontra em nenhum dos impedimentos listados anteriormente, segundo você deve ter dormido e comido bem, porém nada gorduroso nas últimas 24 horas.

Segundo você deve levar um documento com foto (RG ou CNH) e saber seu endereço completo (para enviarem sua carteira de doador de sangue).
Em seguida basta procurar o posto de doação mais perto da sua casa.

A PROSANGUE reuniu o endereço de todos os postos de coleta em todo o Brasil em um só lugar, basta acessar a página: http://www.prosangue.sp.gov.br/hemocentros/Default.aspx
Clicar no seu estado e logo aparecerá o endereço de onde é possível doar sangue.

CUIDADOS PÓS-DOAÇÃO DE SANGUE

É importante que o doador após a doação de sangue tome alguns cuidados, como não fumar após duas horas a doação, não beber por até 24 horas, ingerir bastante líquidos e se alimentar de coisas leves e saudáveis.

Caso o doador se sinta mal após a doação, é importante que procure ajuda médica especializada. Raramente há algum tipo de reação após o procedimento, porém é sempre importante que se tome bastante cuidado.

Caso o doador lembre de algo que acredite que tornará seu sangue impedido de doação, entre em contato rapidamente com o posto de coleta e avise do acontecido, para que seu sangue seja descartado e não aja qualquer chance de infectar alguém.

Lembre-se de que a Consolidação das Leis Trabalhistas autoriza o trabalhador faltar ao trabalho uma vez por ano para a doação de sangue! É seu direito!
Qualquer dúvida, procure um médico ou entre em contato com à pro-sangue, nos telefones : 0800 55 0300 ou 4573-7500 nos ramais 7599 e 7594.

Compartilhar com amigos:

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário