DPVAT

Atualmente, o número de acidentes que ocorre no país é enorme, por isso temos o seguro DPVAT obrigatório.

Com o fim de evitar ou diminuir esses números, são colocados em prática diversos atos como; redutor de velocidade, vias mais largas e medidas de conscientização para os motoristas e motociclistas.

A finalidade das medidas é mostrar aos condutores que eles precisam ser mais prudentes. Até porque quando se mexe no bolso, o cenário é um pouco diferente.

Porém, mesmo com tudo isso, ainda existe um grande número de tragédias nas vias brasileiras, fazendo com que os veículos automotores sejam os mais propícios para causar acidentes. Caso você tenha batido o carro, saiba o que fazer após o acidente.

Pensando então nas pessoas que sofriam esses acidentes, e muita das vezes ficavam impossibilitadas de exercer a sua atividade laborativa, foi criado o DPVAT.

De caráter obrigatório, o DPVAT ou Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres é um seguro que tem o intuito de indenizar aquelas pessoas que sofreram um acidente de trânsito.

Se você possui um veículo e quer saber como o seguro funciona, fique por dentro lendo todo o texto abaixo.

COMO CONSULTAR O PEDIDO DE INDENIZAÇÃO DPVAT

Para consultar seu pedido de indenização junto ao seguro é bastante simples. Você só vai precisar de um computador com acesso a internet e preferencialmente uma impressora para guardar o documento em local seguro.

Em seguida, você deve realizar os seguintes procedimentos para aprender como consultar seu DPVAT:

  1. Acesse o site oficial do seguro: https://www.seguradoralider.com.br/Pages/Acompanhe-o-Processo-de-Indenizacao.aspxconsulta dpvat
  2. Você deve digitar o número do sinistro, o CPF do beneficiário ou
    do representante legal e o código de verificação que encontra-se na caixa colorida. Lembre-se de conferir se os dados inseridos estão corretos.
  3. Em seguida, você deve apenas clicar na lupa que se encontra na página.
  4. PRONTO! Agora você já terá o resultado de como se encontra o seu pedido de indenização junto ao seguro.

Se houver algum problema, você deve conferir se todos os dados colocados estão realmente corretos. Se mesmo assim o problema persistir, você pode acessar de outro computador ou celular, visto que o problema pode estar na sua máquina.

COMO PAGAR O SEGURO

O Seguro obrigatório deve ser pago anualmente, para isso deve-se emitir uma guia de pagamento e depois realizar a sua quitação em qualquer casa lotérica ou banco.

Para realizar o pagamento do seguro DPVAT também é bastante simples. Parece bastante com o guia anterior.

Vamos aos procedimento para pagamento do seguro:

  1. Entre no site oficial do seguro: https://www.seguradoralider.com.br/Pages/Saiba-como-pagar.aspxpagamento-dpvat
  2. Clique no estado em que você mora e que deseja realizar o pagamento no desenho do mapa do Brasil a esquerda do site.
  3. Em seguida escolha que tipo de veiculo você quer pagar o seguro na lista que aparecerá do lado direito do site.
  4. Depois você será redirecionado para o site do DETRAN, aonde será preciso inserir sua placa, seu RENAVAM, o ano que deseja realizar o pagamento (exercício) e o CAPTCHA, que é as letras que aparecem na caixa acima.
  5. PRONTO! Você já emitiu sua guia, agora você deve imprimir o comprovante e levar em um banco ou casa lotérica mais próximo de você.

Também criamos um vídeo explicativo sobre o assunto:

COMO FUNCIONA O SEGURO DPVAT

Como já dito acima, o DPVAT é o pagamento de um seguro destinado para as pessoas que sofreram algum acidente no trânsito, seja ela motorista ou motociclista.

Criado em 1974 esse é um seguro que engloba todo o país.

Porém, nada é de graça, por isso, os cidadãos brasileiros devem pagar o seguro anualmente para se, no futuro, vierem a sofrer um acidente, o seguro cobrir as despesas oriundas de médicos, hospital, medicamentos, cuidadores (se precisar) e etc.

Outro caso para que é destinado o valor do seguro é no caso do seu segurado falecer em um acidente de trânsito.

Nessa hipótese, o dinheiro do DPVAT é destinado à sua família. Ou seja, não existe aquela possibilidade de o segurado pagar o DPVAT, falecer e ficar por isso mesmo.

Com base nisso é possível perceber que o dinheiro sempre será utilizado, seja pelo próprio segurado ou seja por seus familiares, mesmo que comprovado ser ele o responsável pelo acidente.

E além do motorista envolvido no fortuito, o pedestre também terá direito a receber o benefício, já que também precisa cobrir as suas despesas.

Para que todos possam se sentir mais amparados, o valor do DPVAT é obrigatório para os donos de motos, carros ou até mesmo caminhões.

QUAL O VALOR PAGO PELO DPVAT?

O valor pago pelo seguro é proporcional ao tipo de veículo que você possui, por isso, existe uma tabela informando o preço para cada categoria de automóvel.

Ao todo, são 6 tipos de valores do DPVAT. Divididos em categoria 1,2,3,4,8,9,10.

Abaixo exemplificaremos o seu tipo e o valor respectivo:

  • Para a categoria 1: o tipo de veículo da categoria 1 são as caminhonetes particulares ou oficiais, os automóveis, carros diplomáticos, do corpo consular e de órgão internacional. O pagamento é feito somente à vista no valor de R$ 105,65.
  • Para a categoria 2: o tipo de veículo da categoria 2 são os carros de aluguel, os taxis e os de aprendizagem. Seu pagamento é feito também somente a vista no valor de R$ 105,65.
  • Para categoria 3: já a categoria 3 é destinada para veículos maiores como micro-ônibus, ônibus, e lotação com cobrança de passagem, seja urbano, interurbanos, interestadual ou rural. O seu pagamento por ser mais carro pode ser feito à vista ou parcela em até 3 vezes. A vista fica R$ 396,49. E parcelado fica 3 vezes de R$ 134,00.
  • Para categoria 4: a categoria 4 é um pouco parecida com a 3, mas apresenta apenas pequenas mudanças. Ela será destinada para os micro-ônibus que contem lotação de cobrança e frete não superior a 10 passageiros e para aqueles ônibus e micro-ônibus que não contem lotação de frete, sejam eles urbanos, interurbanos, interestaduais e rurais. Seu pagamento pode ser a vista, no valor de R$ 247,42 ou parcelado em 3 vezes 84,30.
  • Para a categoria 8: tem-se nessa categoria apenas os ciclomotores. O pagamento é somente a vista no valor de R$ 134,66. Lembrando que os ciclomotores são aqueles veículos que apresentam 2 ou 3 rodas e seu motor não ultrapassa 50 KM por hora.
  • Para a categoria 9: essa categoria apresenta os motociclista, ciclomotores e similares e as motonetas. O pagamento pode ser a vista no valor de R$ 292,01 ou 3 vezes de R$ 99,17
  • Para a categoria 10: como última categoria, aqui estão elencados os caminhões de grande carga, as máquinas de terraplanagem e os equipamentos móveis quando licenciados em geral. O pagamento é somente à vista no valor de R$ 110,38.

Como vocês puderam perceber, os reboques e semirreboques não estão aqui elencados, isso é porque, esses dois tipos de veículos são isentos do pagamento do seguro. Já que o valor do seguro é pago pelo veículo tracionador.

Outra dica importante é que, nos casos das categorias que apresentam o parcelamento, esse parcelamento não será possível se o carro for 0 KM, ou seja, licenciado pela primeira vez.

ALGUNS ESTADOS E O VENCIMENTO DAS PLACAS

Não existe uma mesma data imposta para todos os proprietários de veículos do país pagarem o seguro DPVAT.

Sendo assim, cada estado possui um calendário próprio.

Apresentaremos alguns Estado e suas datas, para que você fique bem informado.

ESTADO DO MARANHÃO:

Placa de final 1 e 2: pagamento do DPVAT em 05/03/2018

Placa de final 3 e 4: pagamento do DPVAT em 09/03/2018

Placa de final 5 e 6: pagamento do DPVAT em 16/03/2018

Placa de final 7 e 8: pagamento do DPVAT em 23/03/2018

Placa de final 9 e 0: pagamento do DPVAT em 27/03/2018

ESTADO AMAPÁ:

Placa de final 0 a 9: pagamento do DPVAT em 13/03/2018

DISTRITO FEDERAL:

Placa de final 1 e 2: pagamento do DPVAT em 19/02/2018

Placa de final 3 e 4: pagamento do DPVAT em 20/02/2018

Placa de final 5 e 6: pagamento do DPVAT em 21/02/2018

Placa de final 7 e 8: pagamento do DPVAT em 22/02/2018

Placa de final 9 e 0: pagamento do DPVAT em 22/02/2018

No Distrito Federal, o pagamento do seguro já deve ter sido realizado por todos os cidadãos. Caso ainda não tenha feito o seu, procure resolver a sua situação.

ESTADO DE SÃO PAULO:

Placa de final 1: pagamento do DPVAT em 30/04/2018

Placa de final 2: pagamento do DPVAT em 31/05/2018

Placa de final 3: pagamento do DPVAT em 30/06/2018

Placa de final 4: pagamento do DPVAT em 31/07/2018

Placa de final 5: pagamento do DPVAT em 31/08/2018

Placa de final 6: pagamento do DPVAT em 31/08/2018

Placa de final 7: pagamento do DPVAT em 29/09/2018

Placa de final 8: pagamento do DPVAT em 31/10/2018

Placa de final 9: pagamento do DPVAT em 30/11/2018

Placa de final 0: pagamento do DPVAT em 31/12/2018

ESTADO DO PIAUÍ:

Placa de final 1: pagamento do DPVAT em 31/01/2018

Placa de final 2: pagamento do DPVAT em 28/02/2018

Placa de final 3: pagamento do DPVAT em 29/03/2018

Placa de final 4: pagamento do DPVAT em 30/04/2018

Placa de final 5: pagamento do DPVAT em 30/05/2018

Placa de final 6: pagamento do DPVAT em 29/06/2018

Placa de final 7: pagamento do DPVAT em 31/07/2018

Placa de final 8: pagamento do DPVAT em 31/08/2018

Placa de final 9: pagamento do DPVAT em 28/09/2018

Placa de final 0: pagamento do DPVAT em 31/10/2018

COMO GERAR O BOLETO?

Assim como todo pagamento feito pelo cidadão brasileiro, é preciso que ele esteja em mãos com a sua guia de pagamento. Apenas por meio dela é possível concluir a atividade

No caso da Guia de pagamento do DPVAT, ela pode ser emitida e paga de maneira bem simples.

Graças a era da modernidade, é só você acessar o site oficial e procurar a opção de gerar o boleto do seu Estado.

processo do dpvat

Outra forma de acessar esse boleto, é ligando para o número 0800 022 1204. A ligação é gratuita e você precisa informar apenas o serviço que deseja executar.

SE EU NÃO PAGAR O SEGURO, O QUE ACONTECE?

Caso você não pague o seguro, não será expedido o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo que é apresentado anualmente.

E está usando um veículo não licenciado gera prejuízos gravíssimos para o proprietário do automóvel.

Por isso é importante que você esteja sempre em dias e pague corretamente suas guias de pagamento.

O DINHEITO DO DPVAT É REPASSADO PARA ONDE?

Em primeiro lugar o dinheiro do seguro é repassado para os acidentes que acontecem diariamente nas rodovias e estradas brasileiras.

Mas fora isso, metade da arrecadação é transferida para o Governo Federal investir na saúde pública do país e na política nacional de trânsito.

Essas medidas, são também medidas protetivas para os segurados.

5% fica destinado ao DETRAN (Departamento Nacional de Trânsito) e 45% para o FNS (Fundo Nacional de Saúde).

dpvat

VENCIMENTO E DESCONTOS

Para que você se sinta mais informado, também resolvemos trazer os vencimentos e descontos do IPVA.

Para quem não sabe o IPVA é o imposto propriedade de veículos automotores. E ele apresenta alguns percentuais de descontos se pago até o mês de março. Já que nacionalmente, todos os pagamentos devem ser concluídos até o dia 23 de abril

Caso esse imposto seja pago no mês de janeiro, até o dia 2, o proprietário do veículo terá um desconto de 3% no valor integral do imposto.

Se o pagamento ocorrer até 31 de janeiro, o desconto é de 3% no valor integral ou na primeira parcela do imposto.

Para os pagamentos até a data de 28 de fevereiro, há um desconto de 2% no valor integral, na segunda parcela ou no saldo.

E por fim, para os pagamentos até 29 de março é dado ao contribuinte o desconto de 1% no valor integral, na terceira parcela ou no saldo.

Os pagamentos que ocorrem em abril já são feitos no valor integral, mas sem desconto.

Em caso de dúvidas, deixe sua pergunta nos comentários abaixo. Nossa equipe entrará em contato com você.

Compartilhar com amigos:

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário