Fator Previdenciário é uma medida que estabelece redução de beneficio para quem se aposenta mais cedo, atualmente o fim do fator previdenciário tornou-se um dos principais assuntos de campanha eleitoral, sendo essa uma reivindicação da maioria dos aposentados.

Esse instituto, formulado com uma equação que leva em conta o tempo de contribuição do trabalhador, sua idade e a expectativa de vida dos brasileiros, no instante que buscam o beneficio da aposentadoria. O fator alterou os critérios para a concessão das aposentadorias pagas pelo, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e foi aprovado em 1999, no governo de Fernando Henrique Cardoso, o governo alegou que havia um desequilíbrio entre receitas e despesas, pois o brasileiro estavam vivendo mais e com isso passando mais tempo usufruindo da aposentadoria, segue abaixo a fórmula do Fator Previdenciário:

8988a

Isso quer dizer, que é através desses cálculos, que o fator previdenciário diminui o valor da aposentadoria para as pessoas mais novas, portanto, gera perdas para quem deixa o serviço mais cedo. Digamos que um trabalhador na atividade laboral ganhe em torno de R$3.000,00 por mês, quando essa pessoa for pedir o beneficio da aposentadoria sua renda mensal cairá para valor bem menor, algo como R$1.800,00. No Brasil os homens conseguem a aposentadoria por idade com 65 anos e mulheres 60 anos, pelo tempo de contribuição são 35 anos homens e 30 anos mulheres.

Além do mais, o fator prejudica aqueles trabalhadores que ingressaram precocemente no mercado de trabalho, ou seja, todos os que pretendem se aposentar por tempo de contribuição, o trabalhador não consegue saber o quanto vai receber, pois a formula é calculada ano a ano sobre a expectativa de vida da pessoa. Por outro lado há estudiosos que alegam que se o fator previdenciário acabar começaria um alto déficit na Previdência, dizem que não se pode abrir mão do desestímulo à aposentadoria precoce porque geraria um ônus ao INSS.

Resumindo, todos nós, mais cedo ou mais tarde, vamos envelhecer isso é natural do ser humano e pertencente ao ciclo da vida, só precisamos ter mais atenção, porque viveremos mais a cada ano e os custos aumentarão, principalmente com saúde, o pleno acesso ao atendimento medico de qualidade é garantia constitucional, mas infelizmente isso não acontece. Com isso, somente nos resta trabalhar por mais tempo e contribuir com a previdência para poder garantir uma aposentadoria integral, ou fazer reivindicações para que o estado fixe uma idade mínima para a concessão da aposentadoria tanto por idade como por contribuição.

WAGNABORGES

Compartilhar com amigos:

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário