Previdência Social

O recadastramento INSS surgiu no ano de 2012 como uma inciativa para que os cidadãos recebessem seus benefícios através de uma conta corrente e um cartão magnético ou poupança.

Além de ser um jeito de sempre manter os dados dos beneficiários atualizados.

Ou seja, o objetivo do Instituto Nacional do Seguro Social é atualizar o cadastro e resguardar o direito do benefício para apenas quem de fato possui direito, pois muitas pessoas se passavam pelos beneficiários para receber o benefício.

O prazo para a época de recadastramento é sempre definido pelo próprio INSS. Por isso sempre observe os prazos para não correr nenhum risco de perder o benefício pela falta de recadastramento.

Com base nisso, analisaremos alguma as principais informações sobre o recadastramento INSS.

QUAL O OBJETIVO DO RECADASTRAMENTO INSS?

O principal objetivo do recadastramento INSS é evitar fraudes referentes ao recebimento dos benefícios do INSS.

Essa atualização serve para comprovar se aquele beneficiário ainda está vivo.

Porém, se você não conseguiu realizar o seu recadastramento INSS por qualquer motivo, seja doença ou impossibilidade de locomoção, dentro do prazo estabelecido, o mais aconselhável será nomear um procurador com o devido registro em cartório, para que o mesmo possa recadastrar o benefício no seu lugar.

O recadastramento através de procurador é extremamente legal e válido e serve também para os beneficiários brasileiros que residem no exterior.

recadastramento inss

COMO REALIZAR O RECADASTRAMENTO INSS?

O Instituto Nacional tem a missão de garantir o pagamento dos aposentados e pensionistas e para isso procura aperfeiçoar cada vez o mais o seu sistema, com a finalidade de conceder o benefício para o real legitimado.

Ou seja, a ideia do recadastramento anual é viabilizar as informações dos usuários.

Além de que para realizar o recadastramento é preciso comparecer a uma agência do INSS. Esse serviço não pode ser feito de forma online.

Uma grande novidade sobre o serviço é que agora a sua periodicidade será realizada de 5 em 5 anos, e apenas nesse tempo será revisado o documento e os dados do beneficiário.

Mas se o aposentado ou pensionista não efetivar seu recadastramento no mês do seu aniversário, seu benefício será automaticamente suspenso e só voltará a regularização depois de constado no sistema o recadastramento INSS.

E se houver por parte do Instituto qualquer suspeita sobre a veracidade das informações apresentadas, o próprio INSS poderá solicitar ao aposentado ou pensionista o comparecimento à sede do INSS mais próxima dele para averiguarem as informações que foram informadas.

MUDANÇAS EM RELAÇÃO AOS BANCOS 

 O recadastramento INSS passou a ser realizado em qualquer agência de instituição bancária, o que antes era privativo apenas da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e do BRB – banco de Brasília.

Hoje em dia, fora essas instituições, outras nove foram credenciadas para o recadastramento e são elas; Itaú, Bradesco, Santander, Banrisul, HSBC, Cecoopes, Banese, Bancoob e Sicredi.

Porém, o modelo continua o mesmo; o beneficiário comparece pessoalmente ao banco no mês do seu aniversário portando os documentos pedidos de acordo com a instituição.

Então, se você faz aniversário no mês de julho, terá o próprio mês do seu aniversário mais os dois seguintes para realizar o recadastramento, ou seja, mais agosto e setembro.

Mas se não puder comparecer no mês estabelecido é só entrar em contato com a unidade de recursos humanos do qual está vinculado e pedir orientações para fazer a prova de vida.

documentos

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O RECADASTRAMENTO INSS?

 De acordo com o banco escolhido os documentos necessários para o recadastramento mudam como por exemplo:

  • Banco do Brasil: No BB é necessário um documento com foto, o comprovante de residência e o CPF.
  • Santander: Apenas é necessário documento com foto.
  • Caixa Econômica Federal: apresenta como requisito obrigatório um documento com foto, e o opcional será um comprovante de residência.
  • Itaú Unibanco: os documentos obrigatórios são o cartão magnético e um documento com foto.
  • Bradesco: o cartão INSS ou o cartão da conta e um documento com foto. Além de que poderá ocorrer o cadastro biométrico e nesse caso apenas é necessário a leitura da palma da mão.

PROVA DE VIDA INSS

Outra nomenclatura dada para o recadastramento INSS é a prova de vida INSS.

Que também tem a função de comprovar todos os dados cadastrais do segurado com o intuito de proporcionar o recebimento do benefício para quem de fato possui o direito de receber.

Além de que ocorre de maneira periódica. Então, se por algum motivo você não foi analisar sua prova de vida INSS, procure a agência mais próxima do Instituto Nacional e peça para verificar como anda sua situação cadastral.

Isso é fundamental para que o contribuinte não perca seu benefício.

Ficou alguma dúvida sobre o tema? É só mandar sua pergunta para a nossa equipe pelos comentários abaixo ou por e-mail, que será respondido o mais breve possível.

Que tal compartilhar com os amigos?

Leia também:

5 Comentários

  1. Fiz o recastramento ôntem dia 02.01.2018. Quando posso ter meus proventos liberados? Meu Banco é BANCO DO BRASIL – Agência Central Aracaju.

  2. O recadastramento pode ser feito em qualquee agência do banco que recebo ? Porque estou viajando sem prazo de voltar pra minha cidade. Obrigada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário