O Procon-MT alerta consumidores sobre fraude no código PIX em transações financeiras em Mato Grosso

O Procon-MT está chamando a atenção dos consumidores para uma fraude que afeta o código PIX durante transações financeiras em Mato Grosso. Golpistas têm modificado o código PIX e alterado a conta de destino, prejudicando os consumidores.

Fraude no pagamento de contas de energia elétrica

A Subsecretária Adjunta do Procon-MT, Marcia Santos, afirma que diversas reclamações têm sido recebidas sobre essa prática fraudulenta, especialmente em pagamentos de contas de energia elétrica feitos via PIX através do aplicativo da distribuidora de energia do estado.

Cuidado ao realizar pagamentos via PIX

Os golpistas utilizam a internet para criar anúncios falsos que modificam o código PIX gerado durante as transações online. Por isso, é importante que os consumidores prestem muita atenção ao realizar pagamentos via PIX ou ao efetuar pagamentos ou compras em seus computadores.

Recomenda-se verificar cuidadosamente as informações do destinatário antes de efetuar qualquer pagamento. É fundamental checar se o nome do destinatário coincide com o da empresa ou provedor de serviços, evitando assim pagamentos indevidos. Caso seja identificado um nome desconhecido ou o nome de terceiros, é recomendado cancelar a transação e utilizar outra forma de pagamento.

O que fazer em caso de fraude?

O Subsecretário Adjunto do Procon-MT aconselha as vítimas de fraude a tentarem resolver o problema primeiro com o provedor de serviços. Se não for possível chegar a uma solução satisfatória, é recomendado denunciar o ocorrido através do site www.consumidor.gov.br ou entrar em contato com o Procon pelo WhatsApp no número (65) 99228-3098. Também é possível registrar um boletim de ocorrência policial.

Como ocorre a fraude?

A fraude tem início quando os usuários da internet clicam em anúncios falsos encontrados em redes sociais e plataformas de busca. Seus dispositivos eletrônicos são infectados pelo programa malicioso “GoPIX”, que coleta seus dados e começa a espioná-los. Assim, quando o usuário realiza uma compra online ou tenta efetuar um pagamento utilizando o método PIX copiar/colar, o programa malicioso entra em ação.

O código gerado pela loja ou provedor de serviços para pagamento PIX é interceptado pelo programa malicioso, que substitui a chave PIX legítima pela chave fraudulenta do golpista. Dessa forma, o dinheiro acaba indo para a conta do golpista em vez da empresa ou loja.

Conscientização e medidas de segurança

Essa fraude representa um perigo real para os consumidores e destaca a importância de estar atento durante os pagamentos via PIX ou qualquer outra forma de transação financeira online. A conscientização e adoção de medidas de segurança adicionais são fundamentais para evitar que mais pessoas se tornem vítimas desse tipo de golpe cada vez mais frequente.

Notícia: Relatório sobre fraudes no sistema PIX de pagamento em Mato Grosso
Subsecretário Adjunto de Proteção e Salvaguarda do Consumidor (Procon/MT) alerta sobre fraude no código PIX durante transações financeiras.
Golpistas utilizam anúncios falsos na internet para modificar o código PIX e alterar a conta de destino.
Recomenda-se verificar cuidadosamente as informações do destinatário antes de efetuar qualquer pagamento via PIX.
Consumidores que foram vítimas de fraude devem tentar resolver o problema com o provedor de serviços e, caso necessário, denunciar através do site www.consumidor.gov.br ou entrar em contato com o Procon.
Fraude ocorre quando usuários clicam em anúncios falsos e seus dispositivos são infectados por um programa malicioso chamado “GoPIX”.
O programa malicioso substitui a chave PIX legítima pela chave fraudulenta do golpista, direcionando o dinheiro para a conta do golpista.
A conscientização e adoção de medidas de segurança são essenciais para evitar se tornar vítima desse tipo de golpe.

Com informações do site O Documento.

Categorizado em: