Aposentados e pensionistas do INSS têm um motivo para comemorar hoje (23/03), com a notícia de que um montante de R$ 2,1 bilhões foi autorizado pelo CJF para o pagamento de ações atrasadas.

Liberados R$ 2,1 bilhões para pagamentos retroativos do INSS

Este valor será destinado a processos finalizados que resultaram em ganhos para os segurados, especialmente relacionados ao ajuste de aposentadorias e pensões concedidas pelo INSS.

Laura Alvarenga, especialista da FDR, explica que, ao vencer uma ação judicial, o segurado tem direito a receber retroativamente os valores que não foram pagos conforme determinado pela justiça. No total, cerca de 208,8 mil beneficiários serão contemplados com essa nova onda de pagamentos, representando um aumento significativo em relação aos pagamentos realizados no primeiro mês do ano.

Além dos aposentados e pensionistas, parte desses recursos também será destinada aos cidadãos que recebem benefícios sociais como o BPC. Essas medidas estão atreladas às RPVs, as Requisições de Pequeno Valor, que são determinadas quando o valor da causa não ultrapassa 60 salários mínimos – equivalente a R$ 84.720 em 2024.

É importante ressaltar que o dinheiro será repassado diretamente aos segurados através do Tribunal Regional Federal responsável pelo caso.

Portanto, para verificar se será contemplado nesse lote de pagamentos, é fundamental acompanhar o andamento do processo junto às instâncias judiciais competentes.

Em resumo, esse anúncio representa uma vitória para os segurados do INSS que aguardavam há meses por esses pagamentos retroativos. Espera-se que essa liberação beneficie milhares de pessoas em todo o país e ajude a equilibrar as finanças daqueles que dependem desses valores para garantir seu sustento.

Data:23/03
Valor autorizado:R$ 2,1 bilhões
Beneficiários contemplados:208,8 mil aposentados e pensionistas

Com informações do site FDR – Terra

Categorizado em: