Consumidor gastará mais na Black Friday de 2023, diz pesquisa

De acordo com os dados fornecidos pela empresa PiniOn, mais da metade dos entrevistados (57,5%) planejam gastar mais do que R$ 400 em suas compras durante a Black Friday deste ano. Além disso, cerca de 45,3% afirmaram que gastarão mais do que no ano anterior. Essas informações foram reveladas por uma pesquisa realizada pela PiniOn a pedido da ACSP.

Comparando com o ano passado, foi observada uma diminuição tanto no número de pessoas interessadas em fazer compras quanto no percentual daqueles que não têm intenção de consumir na Black Friday. No entanto, houve um aumento significativo na quantidade de pessoas indecisas quanto às compras nesta data.

Dentre todos os entrevistados, aproximadamente 38,2% planejam iniciar suas compras a partir do dia 24 de novembro. Por outro lado, 35,7% responderam que não têm intenção de consumir nada neste período e 26,1% estão indecisos.

Razões para fazer compras na Black Friday

A pesquisa também apontou as principais razões pelas quais as pessoas pretendem fazer compras na Black Friday. Cerca de 22,2% desejam antecipar as compras de Natal, enquanto 46,2% estão interessados em adquirir produtos específicos de que necessitam. Além disso, mais da metade dos entrevistados (53,2%) pretendem aproveitar as grandes promoções e descontos oferecidos apenas nesta data especial.

O economista Ulisses Ruiz de Gamboa, da IGV/ACSP, destacou que esses resultados indicam que não haverá uma competição direta entre as compras realizadas na Black Friday e aquelas feitas para o Natal, como nos anos anteriores. Essa perspectiva, por sua vez, gera a expectativa de um crescimento maior nas vendas do varejo, tanto em novembro quanto em dezembro.

No que diz respeito aos valores médios das compras, Gamboa observou um aumento no número de entrevistados que planejam gastar mais durante a Black Friday em comparação com o ano passado. Além disso, houve também uma maior variedade nos gastos pretendidos. Esses dados podem ser explicados pelo aumento do emprego e da renda dos consumidores, bem como por uma maior confiança na economia.

A pesquisa revelou que a maioria das compras será realizada em grandes redes varejistas (57,4%), sendo que mais da metade dos entrevistados (54%) optará por realizar as compras de forma remota, utilizando computadores, celulares ou tablets. Esse comportamento é bastante comum durante a Black Friday.

Principais categorias de produtos e serviços

A tabela abaixo apresenta as principais categorias de produtos e serviços que fazem parte das intenções de compra dos entrevistados, bem como o método de pagamento preferido. É importante destacar que cada participante da pesquisa poderia escolher mais de uma opção. As categorias mais desejadas são as mesmas do ano passado e a preferência pelo pagamento em dinheiro reflete o alto custo do crédito.

Gamboa enfatizou que tradicionalmente os eletrônicos são os itens mais desejados durante a Black Friday. No entanto, os artigos de uso pessoal continuam se destacando entre os consumidores. Isso pode estar relacionado ao fato desses produtos apresentarem preços mais baixos e acessíveis, especialmente em um contexto econômico no qual a situação financeira ainda é relativamente difícil.

Em resumo, as expectativas para a Black Friday de 2023 são positivas, com um aumento no valor médio das compras e uma maior variedade de gastos planejados. A pesquisa revelou que a maioria dos consumidores realizará suas compras em grandes rede varejistas e de forma remota. As principais categorias desejadas pelos entrevistados são eletrônicos e artigos de uso pessoal, sendo o pagamento em dinheiro a opção preferida para muitos.

Principais informações
Mais da metade dos entrevistados (57,5%) planejam gastar mais do que R$ 400 na Black Friday de 2023
Cerca de 45,3% afirmaram que gastarão mais do que no ano anterior
Houve uma diminuição no número de pessoas interessadas em fazer compras e um aumento na quantidade de pessoas indecisas quanto às compras na Black Friday
Aproximadamente 38,2% planejam iniciar suas compras a partir do dia 24 de novembro
35,7% não têm intenção de consumir nada neste período e 26,1% estão indecisos
22,2% desejam antecipar as compras de Natal e 46,2% estão interessados em adquirir produtos específicos de que necessitam
Mais da metade dos entrevistados (53,2%) pretendem aproveitar as grandes promoções e descontos oferecidos na Black Friday
57,4% das compras serão realizadas em grandes redes varejistas
Mais da metade dos entrevistados (54%) optará por realizar as compras de forma remota, utilizando computadores, celulares ou tablets
As principais categorias desejadas pelos entrevistados são eletrônicos e artigos de uso pessoal
O pagamento em dinheiro é a opção preferida para muitos consumidores

Com informações do site Poder360.

Categorizado em: