Repatriado da Faixa de Gaza é alvo de difamação e ameaças após sua chegada ao Brasil

Em um relatório recente, trago informações sobre a defesa de Hasan Rabee, um indivíduo repatriado da Faixa de Gaza, que levantou preocupações sobre mais de 200 publicações e mensagens ofensivas na internet. Essas mensagens incluem uma postagem feita pela deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) após a chegada de Hasan ao Brasil com sua família e outros resgatados.

De acordo com a advogada Talitha Camargo da Fonseca, que representa Rabee, ele tem sido alvo de difamação, calúnia, insultos raciais, assédio online e até ameaças de morte. A defesa identificou o conteúdo ofensivo no Instagram e TikTok.

A advogada também afirmou que há um crime de difamação em uma publicação feita por Zambelli em relação a Hasan. Na postagem em questão, aparece uma imagem dele ao lado do presidente Lula (PT) com uma declaração falsa acusando-o de ter mensagens pró-terrorismo em suas redes sociais. Segundo a advogada, Hassan fez essa publicação no passado enquanto buscava refúgio no Brasil e é evidente que um refugiado pode ter razões próprias para expressar esse tipo de opinião.

Além disso, alguns usuários aproveitaram a publicação de Zambelli para enviar mensagens ofensivas a Hasan e expressar preconceitos contra ele por ser um indivíduo repatriado. Isso gerou um “tsunami de ódio” que precisa ser parado, conforme afirmou Talitha.

Investigações em andamento e medidas de proteção solicitadas

Diante desses acontecimentos, a Secretaria Nacional de Justiça informou que está investigando os relatos de ofensas e ameaças contra os repatriados e encaminhará o caso à Polícia Federal. A advogada também solicitou medidas de proteção para Hasan e sua família, que estão vivendo em local desconhecido por razões de segurança.

Ainda segundo Talitha, após garantir a segurança da família, será analisado se serão tomadas medidas penais ou se buscarão compensação pelos danos causados pelos ataques e difamação. Ela planeja se reunir com Hasan durante o fim de semana para discutir as possíveis solicitações de investigações por parte do Ministério Público e da Unidade de Crimes Digitais em São Paulo.

Resposta da parlamentar

Em resposta às acusações, a parlamentar Carla Zambelli declarou através de seu porta-voz que pretende solicitar judicialmente o cancelamento da cidadania brasileira de Hasan.

Como sempre, estarei atento aos avanços dessa situação e fornecerei mais informações assim que estiverem disponíveis.

Notícia
Em um relatório recente, trago informações sobre a defesa de Hasan Rabee, um indivíduo repatriado da Faixa de Gaza, que levantou preocupações sobre mais de 200 publicações e mensagens ofensivas na internet. Essas mensagens incluem uma postagem feita pela deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) após a chegada de Hasan ao Brasil com sua família e outros resgatados.
De acordo com a advogada Talitha Camargo da Fonseca, que representa Rabee, ele tem sido alvo de difamação, calúnia, insultos raciais, assédio online e até ameaças de morte. A defesa identificou o conteúdo ofensivo no Instagram e TikTok.
A advogada também afirmou que há um crime de difamação em uma publicação feita por Zambelli em relação a Hasan. Na postagem em questão, aparece uma imagem dele ao lado do presidente Lula (PT) com uma declaração falsa acusando-o de ter mensagens pró-terrorismo em suas redes sociais. Segundo a advogada, Hassan fez essa publicação no passado enquanto buscava refúgio no Brasil e é evidente que um refugiado pode ter razões próprias para expressar esse tipo de opinião.
Além disso, alguns usuários aproveitaram a publicação de Zambelli para enviar mensagens ofensivas a Hasan e expressar preconceitos contra ele por ser um indivíduo repatriado. Isso gerou um “tsunami de ódio” que precisa ser parado, conforme afirmou Talitha.
Diante desses acontecimentos, a Secretaria Nacional de Justiça informou que está investigando os relatos de ofensas e ameaças contra os repatriados e encaminhará o caso à Polícia Federal. A advogada também solicitou medidas de proteção para Hasan e sua família, que estão vivendo em local desconhecido por razões de segurança.
Ainda segundo Talitha, após garantir a segurança da família, será analisado se serão tomadas medidas penais ou se buscarão compensação pelos danos causados pelos ataques e difamação. Ela planeja se reunir com Hasan durante o fim de semana para discutir as possíveis solicitações de investigações por parte do Ministério Público e da Unidade de Crimes Digitais em São Paulo.
Em resposta às acusações, a parlamentar Carla Zambelli declarou através de seu porta-voz que pretende solicitar judicialmente o cancelamento da cidadania brasileira de Hasan.

Com informações do site G1.

Categorizado em: