Boa Vista, Roraima – Onda de homicídios choca a comunidade

Em 2021, a cidade de Boa Vista, em Roraima, enfrentou uma onda de homicídios chocante que abalou a comunidade. Ronniel Padilla, um jovem de apenas 17 anos, foi encontrado brutalmente assassinado, seu corpo envolto em plástico escuro e com mãos e pés amarrados. Poucos meses depois, Luis Carlos Barrios teve o mesmo destino, sendo descoberto mutilado dentro de um saco de lixo. Além disso, outros três indivíduos foram mortos a tiros no período.

Facção criminosa venezuelana é responsável pelos terríveis crimes

As investigações da Polícia Civil revelaram que esses terríveis crimes foram ordenados por membros do Tren de Aragua, uma facção criminosa venezuelana que tem se expandido pelo Brasil nos últimos anos. Entre março e agosto de 2021, essa organização foi responsabilizada por doze assassinatos em Boa Vista, além de quatro vítimas terem sido desmembradas.

Um relatório assinado pelo delegado Leonardo da Cruz Barroncas apontou que os venezuelanos estão sendo alvo dessas atrocidades como forma de pagamento por dívidas relacionadas ao consumo de drogas. Esse cenário é apenas um reflexo da crescente presença do Tren de Aragua no país.

Origem e expansão da facção criminosa

O Tren de Aragua é uma facção criminosa que surgiu em uma prisão na região de Aragua, na Venezuela, em 2012. Com o aumento do fluxo migratório na fronteira com Roraima, a reputação dessa organização se espalhou pelo país. Entre 2015 e 2019, foram registradas 178 mil solicitações de refúgio ou residência temporária no Brasil.

Com a crise econômica na Venezuela se intensificando, o deslocamento dos membros do Tren de Aragua ficou ainda mais intenso. Em 2018, Roraima registrou a maior taxa de homicídios por habitante do país, impulsionada pela presença do Primeiro Comando da Capital (PCC), uma facção brasileira que também atua na região amazônica. Desde então, as facções venezuelanas têm ganhado notoriedade.

Brutalidade e expansão para outros países

A marca distintiva do Tren de Aragua é a sua brutalidade. Esse grupo se originou em uma prisão onde os próprios criminosos controlavam tudo. Armas de fogo, granadas e até equipamentos para mineração de bitcoins foram encontrados no local. A facção expandiu suas operações para bairros vizinhos à prisão e para regiões fronteiriças da Venezuela antes de avançar para outros países como Colômbia, Peru e Chile.

Além disso, os membros desse grupo muitas vezes compartilham vídeos nas redes sociais mostrando suas vítimas suplicando antes de serem executadas. Algumas das vítimas identificadas em Boa Vista apresentaram sinais de tentativa de desmembramento. O tráfico de drogas é a principal atividade dessa facção, mas eles também controlam bordéis.

O Tren de Aragua é considerado atualmente a organização mais destructiva da América Latina, como afirmou Óscar Naranjo, ex-vice-presidente da Colômbia e ex-chefe da Polícia. Há evidências de que essa facção está se direcionando cada vez mais para o norte, sendo 38 suspeitos presos nos Estados Unidos desde outubro de 2022.

Combate à ameaça e busca pela segurança da população

Portanto, a situação em Boa Vista e em outras regiões do Brasil é preocupante. As autoridades estão trabalhando incansavelmente para combater essa crescente ameaça e garantir a segurança da população.

DataLocalDetalhes
2021Boa Vista, RoraimaOnda de homicídios chocante abala a comunidade
2021Boa Vista, RoraimaJovem de 17 anos encontrado brutalmente assassinado
2021Boa Vista, RoraimaOutro indivíduo encontrado mutilado dentro de saco de lixo
2021Boa Vista, RoraimaTrês indivíduos mortos a tiros
2021Boa Vista, RoraimaFacção criminosa venezuelana Tren de Aragua é responsável pelos crimes
2021Boa Vista, RoraimaRelatório aponta que crimes são pagamento por dívidas relacionadas ao consumo de drogas
2012Aragua, VenezuelaTren de Aragua surge como uma das facções mais violentas da Venezuela
2015-2019Brasil (especialmente Roraima)Aumento do fluxo migratório espalha reputação do Tren de Aragua
2018Roraima, BrasilMaior taxa de homicídios por habitante impulsionada pela presença do PCC e das facções venezuelanas
AtualmenteAmérica Latina, Estados UnidosTren de Aragua é considerada a organização mais destrutiva da América Latina e suspeitos são presos nos EUA

Com informações do site G1.

Categorizado em: