O INSS inicia terceira fase de modernização em busca de um serviço mais eficiente e acessível

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está a ponto de iniciar a terceira fase de seu projeto de modernização, como parte de um esforço contínuo para se adaptar às demandas pós-pandemia e se preparar para o futuro. Essa fase, agendada para ocorrer de 23 a 27 de outubro, tem como objetivo testar as interações planejadas para o novo modelo de serviço do INSS.

Nesse ciclo de modernização, várias iniciativas serão avaliadas, incluindo solicitações remotas de exames médicos e avaliações sociais, bem como opções de autoatendimento através de quiosques e WhatsApp. Além disso, será realizado um teste piloto de atendimento presencial em duas unidades localizadas em São Paulo, nas cidades de Mauá e Santo Amaro.

O foco principal dessa iniciativa é criar um novo modelo personalizado tanto para os cidadãos quanto para os funcionários. Após essa fase de testes, o próximo passo será a consolidação dos resultados, com a entrega do relatório conclusivo prevista para fevereiro de 2024.

O projeto teve início em novembro de 2022 com o apoio dos serviços consultivos da KPMG e envolveu uma extensa avaliação dos serviços prestados pelo INSS em 58 municípios nas cinco regiões do Brasil. Mais de 3.600 pessoas foram entrevistadas no processo, sendo que 3.279 foram ouvidas remotamente e 353 através de pesquisas presenciais.

O novo modelo de serviço do INSS se baseia em seis pilares: canais, propósito dos canais, serviços, tecnologia, pessoas e protocolos. Além disso, há uma colaboração com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em curso, com o objetivo de simplificar o acesso dos cidadãos aos serviços do INSS e abordar problemas como a falta de compreensão sobre os direitos de seguridade social, que afeta 64% dos beneficiários. A ideia é ajustar os canais de interação com a sociedade de acordo com os perfis dos usuários.

Com esse processo contínuo de modernização, o INSS busca garantir um serviço mais eficiente e acessível para todos os cidadãos, ao mesmo tempo em que se prepara para as demandas futuras e melhora sua presença digital. Esse projeto representa um passo significativo na evolução do INSS, visando atender às necessidades do contexto atual e também às exigências do amanhã.

DataInformação
23 a 27 de outubro de 2022Início da terceira fase do projeto de modernização do INSS
ObjetivoTestar as interações planejadas para o novo modelo de serviço do INSS
Iniciativas avaliadasSolicitações remotas de exames médicos e avaliações sociais, opções de autoatendimento e teste piloto de atendimento presencial
Resultado esperadoRelatório conclusivo previsto para fevereiro de 2024
ParceriaColaboração com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para simplificar o acesso aos serviços do INSS
Objetivo da parceriaAjustar os canais de interação com a sociedade de acordo com os perfis dos usuários
Benefícios esperadosServiço mais eficiente e acessível, melhoria da presença digital e atendimento às demandas futuras

Com informações do site Contábeis.

Categorizado em: