Nova regulamentação de rotulagem de alimentos proporciona maior transparência aos consumidores

A nova regulamentação de rotulagem de alimentos, implementada no país há um ano pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), representa um marco importante na busca por informações mais transparentes e acessíveis aos consumidores. O objetivo principal dessa iniciativa é fornecer dados relevantes sobre o valor nutricional dos produtos oferecidos.

Uma das principais mudanças introduzidas diz respeito à inclusão de advertências nutricionais na parte frontal das embalagens. Essas advertências visam chamar a atenção para nutrientes que são essenciais para a saúde, destacando altos níveis de açúcar adicionado, gorduras saturadas e sódio. A presença desses alertas facilita a tomada de decisões conscientes pelos compradores, permitindo que eles optem por produtos mais saudáveis.

A divulgação do nível de açúcares adicionados é outra modificação fundamental da regulamentação. Os açúcares extras estão associados a problemas de saúde como obesidade e doenças cardiovasculares. Agora, os consumidores têm acesso a informações claras sobre os produtos que contêm quantidades significativas desses açúcares, o que possibilita escolhas mais conscientes.

Outra restrição importante é relacionada às alegações feitas pelos fabricantes nos rótulos dos alimentos. Produtos com advertências destacadas não podem mais fazer afirmações relacionadas ao som ou sal, enquanto aqueles com advertências sobre gorduras saturadas são proibidos de fazer afirmações sobre gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e colesterol. Essa medida visa evitar estratégias de marketing enganosas em relação aos níveis desses nutrientes.

A tabela de informações nutricionais também passa por uma simplificação, com letras pretas sobre fundo branco, para facilitar a leitura e compreensão dos dados. Essa alteração ajuda os consumidores a avaliarem rapidamente o conteúdo nutricional de um produto.

Além disso, a regulamentação exige que as informações sejam fornecidas para cada 100g ou 100ml do alimento. Esse requisito permite uma comparação mais eficiente entre produtos, independentemente do tamanho da embalagem. Dessa forma, os compradores podem fazer escolhas mais saudáveis mesmo diante de embalagens de tamanhos variados.

A inclusão da declaração de açúcares totais e adicionados é outra medida importante implementada pela nova regulamentação. Diferenciar entre esses dois tipos de açúcar é crucial para entender seu impacto na saúde. Com essa informação disponível, os consumidores conseguem identificar produtos que contêm quantidades significativas de açúcares adicionados, o que é especialmente relevante para aqueles que desejam reduzir o consumo desses açúcares.

Em suma, as modificações introduzidas pela nova regulamentação de rotulagem de alimentos visam tornar as informações nutricionais mais claras e acessíveis aos compradores. As advertências na parte frontal das embalagens, a divulgação dos açúcares adicionados, as restrições nas alegações e a simplificação das tabelas nutricionais são medidas importantes nesse sentido. Essas mudanças permitem aos consumidores tomar decisões mais informadas e escolher produtos alimentícios mais saudáveis em meio à diversidade existente no mercado.

Principais mudançasBenefícios
Inclusão de advertências nutricionais na parte frontal das embalagensFacilita a identificação de produtos mais saudáveis pelos consumidores
Divulgação do nível de açúcares adicionadosPossibilita escolhas mais conscientes e reduz o consumo desses açúcares
Restrição nas alegações feitas pelos fabricantes nos rótulosEvita estratégias de marketing enganosas relacionadas aos nutrientes
Simplificação da tabela de informações nutricionaisFacilita a leitura e compreensão dos dados pelos consumidores
Fornecimento de informações para cada 100g ou 100ml do alimentoPossibilita uma comparação eficiente entre produtos, independentemente do tamanho da embalagem
Inclusão da declaração de açúcares totais e adicionadosAuxilia na identificação de produtos com quantidades significativas de açúcares adicionados

Com informações do site Folha de Boa Vista.

Categorizado em: