Previdência Social aprimora operação das superintendências do INSS para atingir principal meta de 2023: atendimento em até 45 dias

No dia primeiro de junho, uma reunião importante ocorreu em Recife, Pernambuco, com o objetivo de discutir melhorias no serviço do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Nordeste.

Com a maior demanda acumulada da região, a fila precisava ser equilibrada e reduzida. O encontro contou com a presença do Ministro Carlos Lupi, do Secretário Executivo Wolney Queiroz, do presidente interino do INSS Glauco Wamburg, além de diretores nacionais e gerentes regionais.

A estratégia principal para alcançar esse equilíbrio é a padronização dos processos nas seis superintendências do INSS. A redistribuição de tarefas entre as unidades é um avanço operacional que permite respostas mais rápidas aos cidadãos. Para isso, será necessário valorizar e integrar os funcionários e investir em infraestrutura. Com essa estruturação nacional, espera-se aumentar progressivamente a produtividade.

O Ministro Lupi destacou que o INSS é responsável por garantir direitos a aproximadamente 38 milhões de brasileiros e que isso é uma prioridade para o governo federal. Ele expressou confiança de que o país retomará sua posição de liderança nesse órgão tão importante.

Wolney Queiroz também ressaltou o compromisso social da Previdência Social e sua importância na transformação social do país. Sob o novo governo, a intenção é gerir esse ministério com foco na melhoria da vida dos cidadãos brasileiros.

Glauco Wamburg elogiou o compromisso dos funcionários do INSS e reconheceu a dedicação deles na busca por reconhecer os direitos dos brasileiros. Ele ressaltou que essa dedicação faz toda a diferença e que os resultados positivos são percebidos diariamente.

Uma parte crucial desse processo é a relação entre o INSS e o Perito Médico Federal, representada por Adroaldo Portal. Especialmente na linha de frente, é fundamental ter uma parceria colaborativa entre essas duas áreas para garantir que cada caso seja avaliado corretamente.

Além disso, diversos outros representantes do INSS estavam presentes nessa reunião, como superintendentes regionais e gerentes executivos do Nordeste. A presença desses profissionais é necessária para implementar as mudanças discutidas e acompanhar de perto o progresso.

Em resumo, a reunião em Recife teve como foco principal o equilíbrio da fila do INSS no Nordeste, região com maior demanda acumulada. O objetivo é padronizar os processos nas superintendências e promover avanços operacionais para acelerar as respostas aos cidadãos. Com a valorização dos funcionários e investimentos estratégicos, espera-se aumentar a produtividade gradualmente. Essa medida é parte essencial dos esforços do governo federal para garantir direitos previdenciários a milhões de brasileiros.

Resumo da Notícia
No dia 01 de junho, uma reunião importante ocorreu em Recife, Pernambuco, com o objetivo de discutir melhorias no serviço do INSS no Nordeste.
A estratégia principal é a padronização dos processos nas seis superintendências do INSS, visando equilibrar e reduzir a fila.
O Ministro Carlos Lupi destacou a importância do INSS em garantir direitos a aproximadamente 38 milhões de brasileiros.
O Secretário Executivo Wolney Queiroz ressaltou o compromisso social da Previdência Social e sua importância na transformação social do país.
Glauco Wamburg elogiou a dedicação dos funcionários do INSS na busca por reconhecer os direitos dos brasileiros.
Uma parceria colaborativa entre o INSS e o Perito Médico Federal é fundamental para avaliar corretamente cada caso.
A presença de superintendentes regionais e gerentes executivos do Nordeste foi essencial para implementar as mudanças discutidas.
A medida faz parte dos esforços do governo federal para garantir direitos previdenciários a milhões de brasileiros.

Com informações do site PDT Nacional.

Categorizado em: