Requeijão com sabor mais intenso de queijo é o preferido dos consumidores

Um estudo realizado pela Embrapa Meio Ambiente revelou que os consumidores brasileiros preferem o requeijão com sabor mais intenso de queijo, firmeza e menos coloração amarela. As descobertas do estudo também podem ser aplicadas no desenvolvimento de produtos vegetais.

O estudo, conduzido por pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente, analisou três marcas líderes de mercado em versões tradicionais e lights do queijo cremoso. Os resultados mostraram que os consumidores têm preferência por um sabor mais forte e uma textura firme. Além disso, propriedades sensoriais que revestem a boca também influenciam na aceitação do produto.

A análise sensorial permitiu determinar o tempo de duração das percepções de sabor a queijo, sabor salgado e propriedades que revestem a boca após consumir o queijo cremoso, bem como o tempo necessário para perceber a máxima intensidade desses atributos.

Alessandra Palazzo, doutora em Alimentação e Nutrição da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), destaca que o percentual de mistura de ingredientes e o teor de extrato seco são fatores cruciais na firmeza do queijo cremoso. É possível obter variações nas características do queijo, inclusive na produção de versões lights com menos gordura e textura similar à tradicional.

Além disso, os resultados desse estudo podem ser aplicados no desenvolvimento de produtos vegetais, como queijos vegetais análogos. A Embrapa Agroindústria Tropical tem direcionado seus esforços para o desenvolvimento de ingredientes e produtos vegetais, buscando torná-los mais atraentes para consumidores flexitarianos.

Em suma, as descobertas desse estudo contribuem para a compreensão das preferências dos consumidores em relação ao queijo cremoso e fornecem insights valiosos tanto para o setor lácteo quanto para o desenvolvimento de produtos vegetais. Com base nessas informações, os produtores e fabricantes podem ajustar suas formulações e processos para atender às expectativas do público-alvo.

Resumo da Notícia
O estudo analisou o queijo cremoso no Brasil e suas preferências pelos consumidores.
Os consumidores preferem uma versão com sabor mais forte, firmeza e menos coloração amarela.
Propriedades sensoriais que revestem a boca também influenciam na aceitação do produto.
O tempo de duração das percepções de sabor a queijo e sabor salgado foram determinados.
Percentual de mistura de ingredientes e teor de extrato seco são fatores cruciais na firmeza do queijo cremoso.
Os resultados podem ser aplicados no desenvolvimento de produtos lácteos e vegetais.
A análise sensorial é uma ferramenta importante para identificar os fatores que influenciam a preferência do consumidor.
As descobertas contribuem para ajustar formulações e processos para atender às expectativas do público-alvo.

Com informações do site Canal Rural.

Categorizado em: