pis

A Caixa Econômica Federal tem como responsabilidade o pagamento de valores do PIS – Programa de Integração Social.

A consulta sobre o PIS 2018 pode ocorrer pela internet. É só entrar no site da Caixa Econômica Federal, em seguida, no portal cidadão. No site você pode conferir a data exata do pagamento e o seu saldo.

Basta seguir nosso guia completo de como consultar seu abono:

  1. Primeiro é só clicar no link ao lado: https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01Consultar PIS na Caixa
  2.  Se você já possui cadastro, basta digitar o número do seu NIS (PIS/PASEP) e senha de acesso Se não possuir senha, clique em “cadastrar senha” após inserir seu NIS.
  3. Depois você deve aceitar o contrato de prestação de serviços da caixa. Basta ir em “Aceito”.
  4. Em seguida insira a senha do seu cartão cidadão, e em baixo a senha que deseja cadastrar, depois só repetir a mesma, clicar em “Eu não sou um robô” e confirmar.Caixa Cadastrar PIS
  5. O último passo é só voltar para a página de consulta e inserir os dados que você cadastrou.
  6. Pronto!
  7. Agora só precisa verificar e imprimir quando será concedido o PIS e caso seja necessário você pode imprimir apertando CTRL + P

.Além de que pelo site da Caixa Econômica é possível visualizar informações sobre outros benefícios como FGTS, seguro-desemprego, bolsa família e outros vários programas do governo federal.

Veremos a seguir como está o novo calendário e tabela do PIS 2018, como é feita a consulta desse benefício, quem tem ou não direito a ele e muito mais.

Caso tenha qualquer dúvida, continue lendo, a solução estará logo abaixo.

EXTRATO PIS

O PIS pode ser consultado basicamente por duas formas bem simples: de forma online ou presencial.

Para realizar a consulta de forma online e no conforto da sua caixa, basta acessar o site da Caixa Econômica Federal, procurar a opção “benefícios e programas” depois clicar em “PIS” e realizar a consulta. Basta colocar o número do PIS, e a senha de acesso. Se não possuir uma senha, cadastre uma.

E em segundo lugar, poderá ser feito a consulta de forma presencial em uma agência da Caixa Econômica Federal ou das Casas Lotéricas, bastando levar o número do cadastro de pessoa física ou o cartão cidadão.

QUEM TEM DIREITO E QUEM NÃO TEM DIREITO?

Possuem direitos para receber o PIS no ano de 2018 todos aqueles trabalhadores que são da iniciativa privada e se enquadram nos seguintes requisitos estabelecidos pela previdência social em parceria com o Ministério do Trabalho;

  1. Que tenham completados 5 anos ou mais cadastrados no PIS (o cadastro é realizado na primeira contratação do empregado pelo empregador)
  2. Precisam ter trabalhado com carteira assinada por empresa – pessoa jurídica – de iniciativa privada (por isso que as empregadas domésticas são recebem o PIS, pois seu empregador em regra é pessoa física).
  3. A média salarial durante o período trabalhado não pode ultrapassar a renda de 2 salários mínimos do ano em que está em vigor.
  4. E que tenham trabalhado no ano de 2017 pelo menos 30 dias com a carteira devidamente assinada.

Dessa maneira, não possuem direitos ao abono aqueles que são:

  1. Servidores do setor público (os servidores do setor público não recebem o PIS, porém, recebem o PASEP. Benefício destinado exclusivamente a sua classe);
  2. Trabalhadores que são autônomos ou avulsos;
  3. Diretores ou sócios de empresas que não possuem vínculo empregatício;
  4. Trabalhadores informais, ou seja, aqueles que não possuem carteira assinada;
  5. Trabalhadores que possuam renda superior a 2 salários mínimos por mês;
  6. Trabalhadores domésticos que possuem como empregador – pessoa física;
  7. E por último, trabalhadores rurais com empregadores – pessoa física.

quota pis aposentado

QUOTA PIS PARA APOSENTADOS

Disponível também para sacar as quotas do benefício referente aos valores depositados pela empresa entre os anos 70 a 04/10/1988.

Porém, só é possível que os aposentados tenham esses direitos se atenderem aos requisitos a seguir: devem ser obrigatoriamente aposentados, conter mais de 70 anos, ter alguma invalidez (esse caso esse para o próprio indivíduo, ou seu dependente), sem um militar reformado ou estar em reserva remunerada, ser idoso beneficiado pelo benefício de prestação continuada, ser portador de câncer, portador de doença grave como AIDS ou que esteja listada pela portaria interministerial MPAS/MS 2.998/2001.

Se o beneficiário vier a óbito, sua família continuará com o direito de sacar o benefício.

E para que o contribuinte seja beneficiado é necessário que possua qualquer das condições ditas acima, ou seja, esse rol não é cumulativo.

Devendo, portanto, na hora do saque ir em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, portando documentos que comprovem a aposentadoria e documentos de identificação com foto (seja RG, carteira de identidade de estrangeiro, CNH, CTPS, passaporte, identidade militar e etc.).

QUAIS OS RENDIMENTOS DO PIS E COMO É FEITO SEUS SAQUES?

Os rendimentos do PIS são destinados a aquele trabalhador que é cadastrado no fundo e que nunca sacou o saldo presente na sua conta individual. Devendo ter sido cadastrado até 04 de outubro de 1988. Essas pessoas têm total direito sobre o rendimento do PIS.

O rendimento pode ser sacado sem problema algum de acordo com o calendário de pagamentos. E se não realizado o saque, esse valor passar a incorporar o saldo de cotas.

Já para a realização do saque, poderá ser feita: utilizando o cartão cidadão, nos caixas eletrônicos da caixa, no correspondente caixa aqui e lotéricas. Se não estiver com o cartão, em uma agência da caixa. E por meio de crédito em conta se o trabalhador possuir conta individual na caixa.

É necessário apenas levar documentos para identificação, que poderão ser: carteira de habilitação dentro do prazo de validade, carteira de identidade, carteira de trabalho, identidade militar, carteira de identidade de estrangeiros, carteira funcional reconhecida por decreto, e passaporte emitido no Brasil ou no exterior.

ABONO SALARIAL: COMO SACAR?

Explicado tudo isso, a primeira coisa a se fazer para sacar o abono salarial é observar o calendário de pagamento do abono salarial e dos rendimentos do PIS. Verifique, portanto a data de recebimento, que é baseada na data do seu aniversário.

Depois separe a documentação necessária; apresentar documento com foto.

E por último, para realizar o saque é necessário seguir as mesmas hipóteses ditas no parágrafo anterior do saque de rendimentos (utilizando o cartão cidadão, nos caixas eletrônicos da caixa, no correspondente caixa aqui e lotéricas. Se não estiver com o cartão, em uma agência da caixa. E por meio de crédito em conta se o trabalhador possuir conta individual na caixa, só deverá ter R$ 1,00 e movimentação).

Gostaram do texto? Ficou alguma dúvida? Mande sua pergunta para a nossa equipe pelos comentários abaixo ou via e-mail que será respondido o mais breve possível e encaminhado a sua caixa de mensagem. Você também tem a opção de ligar para a central de atendimento “Alô Trabalho” do Ministério do Trabalho pelo número 158.

O programa de integração social – PIS 2018, é um programa destinado ao trabalhador brasileiro que possui carteira de trabalho assinada.

Mas para que esse trabalhador receba esse benefício deve ficar de olho no calendário do PIS do ano em que está em vigor.

E cuidado para não perder o prazo.

O calendário traz uma tabela que determina todos os prazos para poder sacar o seu abono.

Dessa forma, analisaremos a seguir as datas do calendário do PIS 2018, quem possui direito ao benefício, como requere-lo e muito mais.

PIS 2018: QUAIS AS PESSOAS QUE POSSUEM DIREITO AO ABONO?

Esse benefício não é destinado a todo e qualquer trabalhador.

O trabalhador precisa ser celetista (seguir o regime da CLT) e se enquadrar nas regras do Ministério do Trabalho e da Caixa Econômica Federal.

Então, para poder receber o abono do PIS 2018, o empregado tem que:

  1. Ter trabalhado no ano anterior, no caso, em 2017, pelo menos durante 30 dias, com a sua carteira de trabalho assinada;
  2. Ter o seu cadastro no programa pelo menos há 5 anos;
  3. Ter a sua média salarial do ano base não superior a 2 salários mínimos mensais;
  4. Ter o seu trabalho com CTPS assinada pela iniciativa privada;

Já a empresa na qual o trabalhador exercia sua vida laboral deve ter entregue os dados do trabalhador ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Todos os requisitos listados acima são de carácter cumulativo e para que o empregado ganhe o seu PIS 2018 deve seguir a todos esses pontos.

direito ao abono salário 2018

Saiba quem tem ou não direito ao abono salarial de 2018

QUAIS SÃO AS PESSOAS QUE NÃO POSSUEM DIREITO AO ABONO?

Pela lógica, algumas pessoas compreendem que se não cumprido os requisitos listados no tópico anterior o empregado não recebe o benefício.

E isso está correto. Porém, ainda fica algumas dúvidas em relação a certas classes de trabalhadores.

Mas, para que não as dúvidas sejam sanadas, vamos apresentar os trabalhadores que não possuem direito ao PIS 2018, e são eles:

  1. O menor aprendiz
  2. Os empregados domésticos que são vinculados a empregadores pessoas físicas
  3. Os empregados rurais que são vinculados a empregadores pessoas físicas
  4. Os sócios e diretores que não possuem o vínculo empregatício com a empresa.

No caso da empregada doméstica, a mesma não recebe o PIS 2018 pois a sua lei atual estabelece que elas devem ser regularizadas pelo simples doméstico, que é um regime diferenciado e específico para essa classe.

Esse regime permite que a empregada(o) tenha a sua carteira assinada por um empregador pessoa física.

Só que por o empregador ser pessoa física, não tem como entregar os dados da trabalhadora (RAIS) ao Ministério do Trabalho e Emprego, já que todos os documentos do empregado só são permitidos a envio por pessoa jurídica.

E é por esse motivo que nem a doméstica e nem o trabalhador rural que trabalham para pessoa física recebem o PIS 2018.

documentos essenciais

Lembre-se de levar todos os documentos na hora de retirar seu abono.

DOCUMENTOS ESSENCIAIS PARA O SAQUE DO BENEFÍCIO

 Para que você receba o seu benefício é só ir até a agência mais próxima da Caixa Econômica Federal ou nas casas lotéricas ou nos postos de atendimento do caixa aqui.

Em todos esses locais é possível receber o benefício, basta que consulte a tabela do PIS daquele ano em vigor e visualize a data do saque disponível para você.

Lembrando que se passado a data estabelecida para o saque e você não tiver ido atrás do saque do seu abono, perderá o direito de saca-lo novamente naquele ano.

Então, mas para poder sacar o valor, você deve comparecer nos locais indicados, portando seu cartão cidadão, a senha de acesso e um documento original com foto (RG, carteira de trabalho, carteira de motorista).

Sendo que tenha muito cuidado com essa senha de acesso. Ela é exclusiva e personalíssima. Não informe a outras pessoas, tente memorizar e em hipótese alguma anote, pois pode ocorrer de você perder o cartão junto com a senha e alguém pegar e sacar o seu benefício.

No caso do você querer sacar o benefício e não souber onde o cartão cidadão está, não tem problema.

Vá até uma agência da Caixa e leve o documento de identificação com foto, o seu comprovante de residência e outros documentos pessoas como carteira de trabalho e CPF.

Feito isso, solicite e retire o seu benefício.

TELEFONE PARA CONTATO

Não é tão comum, mas ainda existem pessoas que não tem acesso ou não possuem conexão com a internet.

Para essas pessoas, a consulta do PIS 2018, poderá ocorrer por telefone, sem ser preciso que o mesmo se desloque até uma agência da Caixa Econômica Federal para realizar suas perguntas.

O indivíduo apenas irá ligar para a central de atendimento da Caixa pelo número 0800 726 0207. Ao ligar, o atendente pedirá o número do seu PIS, e alguns dados pessoas.

Feito tudo isso, informará o saldo do benefício e poderá esclarecer qualquer duvidas que você possua no momento.

PIS  2018: QUOTAS DOS BENEFICIÁRIOS

Você sabia que também está disponível para saque os valores referentes ao PIS que foi depositado pelas empresas para aqueles trabalhadores que contribuíram entre os anos de 1971 a 4 de outubro de 1988?

Pois está, e nesse caso os trabalhadores ou os aposentados podem sacar as quotas de rendimento do PIS e basta apenas que cumpram alguns requisitos que estão estabelecidos em lei federal e levem alguns documentos necessários.

Então, terá direito de sacar as quotas do PIS os;

  1. Aposentados
  2. Os portadores de neoplasia maligna
  3. Os portadores de AIDS
  4. Os que possuírem mais de 70 anos
  5. Os inválidos (seja o beneficiário, seja o seu dependente)
  6. Os idosos que são beneficiados por benefícios de prestação continuada
  7. Os militares que são reformador ou estão em reserva remunerada
  8. E por último, todos aqueles que possuem doenças que estão elencadas na portaria interministerial 2.998/2001

Se o indivíduo se enquadrar em qualquer dos casos apresentados acima terá o direito de sacar a sua quota.

E se o indivíduo tenha vindo a óbito, a família terá pleno direito de também sacar o benefício.

Basta que em qualquer caso, compareça até a Caixa Econômica Federal e leve algum documento que comprove a aposentadoria (no caso de aposentado) e documento de identificação com foto (RG, carteira de trabalho, carteira de motorista e etc.).

CALENDÁRIO E TABELA DO ABANO

Calendário e tabela 2018

Saiba todas as datas para retirar seu pagamento.

É com base no calendário que o beneficiário poderá observar a data disponível para o saque do seu benefício na Caixa Econômica.

Os pagamentos do PIS 2018 só são liberados a partir do mês de julho e serão pagos com base no mês do aniversário do trabalhador.

Na virada do ano os pagamentos realizados entre os meses de janeiro a março são para os beneficiários que nasceram no primeiro semestre. Já após a virada, o pagamento é feito com base no reajuste anual do salario mínimo.

Depois de disponível o abono, o trabalhador terá até o dia 30 de julho para poder sacar o seu benefício. Passado esse prazo, se ele não sacar, perderá o benefício.

Sendo que, por não ter sacado no ano de 2017, por exemplo, em 2018 o benefício não estará acumulado. Então, caso perca o prazo, o dinheiro não voltará mais para você.

A tabela do Programa de Integração Social separa as datas de acordo com o dia do nascimento do beneficiário como foi explicado. O calendário funciona da seguinte maneira;

  1. Aqueles que nasceram em julho receberão a partir do dia 22 de julho de 2018.
  2. Aqueles que nasceram em agosto receberão a partir do dia 20 de agosto de 2018.
  3. Aqueles que nasceram em setembro receberão a partir do dia 17 de setembro de 2018.
  4. Aqueles que nasceram em outubro receberão a partir do dia 15 de outubro de 2018.
  5. Aqueles que nasceram em novembro receberão a partir do dia 19 de novembro de 2018.
  6. Aqueles que nasceram em dezembro receberão a partir do dia 17 de dezembro de 2018.
  7. Aqueles que nasceram em janeiro e fevereiro receberão a partir do dia 14 de janeiro de 2019.
  8. Aqueles que nasceram em março e abril receberão a partir do dia 16 de março de 2019.
  9. E aqueles que nascerem em maio e junho receberão a partir do dia 17 de março de 2019.

Porém, mesmo que exista a data especificada pela tabela, existe uma data limite para todos os beneficiários que é a mesma. Entre em contato com a central da Caixa e obtenha informações sobre essa data caso tenha passo o seu prazo do mês do seu aniversário.

Apenas lembrando que quem possuir conta na Caixa terá o benefício depositado com alguns dias de antecedência.]

Caso queira entrar em contato conosco e enviar sua dúvida, basta preencher o formulário e receber a resposta diretamente no seu e-mail.

Caso ainda tenha ficado qualquer dúvida, assista também este vídeo:

Mais de 20 milhões de trabalhadores brasileiros possuem direito ao Programa de Integração Social que tem o intuito de integralizar o trabalhador a empresa na qual presta seu serviço, por isso é importante estar de olho no Calendário PIS 2018.

Portanto, o programa de integração social é um benefício dado a classe dos trabalhadores da iniciativa privada.

A grande questão é que esse benefício não é cumulativo, ou seja, se o empregado não sacou, perderá o valor referente aquele ano, e deverá esperar o próximo.

Como nós não queremos que isso aconteça com você, explicaremos abaixo o calendário do PIS 2018 e todas as peculiaridades desse famoso benefício.

Fique com a gente!

guia do calendário pis 2018

 

CALENDÁRIO PIS 2018

O calendário PIS 2018 é um pouco diferenciado, ao invés de começar no mês de janeiro, ele começa no mês de julho e dura até o ano no dia 30 do mês de junho. E assim por diante.

Para o ano de 2018 até os seus 7 primeiros meses, utilizaremos aquele calendário divulgado no ano anterior.

Lembrando que o calendário é sempre divulgado pelo sie do Ministério do Trabalho e emprego.

Fique sempre de olho nas plataformas de notícias que elas avisaram quando ele já estiver disponível para consulta.

Mas enquanto o novo calendário, lançado apenas no meio do ano, não entra em vigor, analisaremos o do ano de 2017-2018.

ANIVERSÁRIOPODEM SACAR EM:PODEM SACAR ATÉ:
Julho27/07/201729/06/2018
Agosto17/08/201729/06/2018
Setembro14/09/201829/06/2018
Outubro19/10/201829/06/2018
Novembro17/11/201829/06/2018
Dezembro14/12/201829/06/2018
Janeiro e Fevereiro18/01/201829/06/2018
Março e Abril22/02/201829/06/2018
Maio e Junho15/03/201829/06/2018

O calendário apenas será um pouco diferente para aqueles trabalhadores que já possuem uma conta na caixa econômica, pois nesse caso o dinheiro cai automaticamente na conta e em uma data diferente.

ANIVERSÁRIO EM:RECEBE NO DIA:
Julho25/07/2017
Agosto15/08/2017
Setembro12/09/2017
Outubro17/10/2017
Novembro14/11/2017
Dezembro12/12/2017
Janeiro e Fevereiro16/01/2018
Março e Abril20/02/2018
Maio e Junho13/03/2018

 

Como foi possível notar com os calendários apresentados, as datas são mudadas de pessoas para pessoa com o intuito de que as agências não fiquem superlotadas em apenas um determinado período do ano.

novas regras do pis 2018

PIS 2018 E AS NOVAS REGRAS

O trabalhador sabe que para efeito de cálculos de Férias, 13º salário e outros benefícios, quando o trabalhador labora por mais de 15 dias ao mês, recebe como se aquele mês estivesse completo.

Desse modo, depois de aprovada a lei 13.134 de 2015, o trabalhador receberá o valor do abono de forma regular. Além de ser preciso trabalhar no mínimo 30 dias com carteira de trabalho assinada.

Sendo assim, se o trabalhador laborou por 1 mês e 14 dias, receberá o equivalente somente a 1 mês. Mas caso tenha laborado 1 mês e 15 dias, receberá o equivalente a 2 meses, e assim por diante.

QUAIS PESSOAS PODEM RECEBER O PIS

Para que o trabalhador receba esse dinheiro extra anual, além de saber o Calendário PIS 2018 é preciso que se encaixe em alguns requisitos que são analisados de forma cumulativa.

  1. É necessário ter no mínimo 5 anos de cadastro no programa;
  2. Ter trabalhado no anterior pelo menos por 30 dias, sendo consecutivos ou não, com carteira de trabalho assinada;
  3. Ter tido como remuneração mensal até 2 salários mínimos correspondente ao valor do ano corrente;
  4. Ter ou ser trabalhador de empresa privada. Nessa hipótese, os empregados domésticos estão fora desse benefício, até porque possuem um regime diferenciado.

Então, fora os domésticos, os autônomos, rurais com empregador pessoa física, trabalhadores informais, diretores ou sócios e trabalhadores de empresa privadas que recebem mais de 2 salários mínimos também não possuem direito ao benefício.

Você também pode saber mais, clicando aqui.

QUAIS OS DOCUMENTOS NECESSÁRIO PARA RETIRAR O BENEFÍCIO

O dia do saque é bem importante, por isso, você deve acompanhar o Calendário do PIS 2018. É preciso que esteja portando todos os documentos necessários para efetuar o saque.

Mas o documento muda dependendo de onde você irá retirar o dinheiro.

Se for em um dos caixas eletrônicos, caixa aqui ou lotéricas, apenas leve o seu cartão cidadão.

Se for preciso consultar um atendente, aí é preciso do documento de identificação ou CNH e carteira de trabalho.

PROBLEMA AO SACAR O BENEFÍCIO

Caso você tenha passado o ano todo contando com aquele dinheiro extra que ia fazer a diferença no orçamento, e compareceu a uma das agências da Caixa Econômica Federal seguindo o Calendário do PIS 2018, mas ele não apareceu, é porque tem algo errado.

Por isso, você deverá realizar alguns passos para descobrir o que houve.

Primeiro, analise o seu perfil e busca saber se você realmente se encaixou em todos os requisitos apresentados aqui acima.

Se viu que cumpriu sim os requisitos, você deverá ir novamente a uma das agências da caixa ou ligar para a sua central de atendimento.

Ninguém melhor para resolver o seu problema, do que alguém capacitado.

Em caso de dúvidas sobre o calendário, mande sua pergunta para a nossa equipe.

Como saber o número do PIS?

É importante que o trabalhador saiba o seu números do PIS, PASEP, tanto para receber o seu abono salarial se atender os requisitos do programa, quanto para receber o seu FGTS inativo, como também para se cadastrar em programas do governo.

Também conhecido como NIS (numero de identificação social), visto que os dois possuem os mesmos números, apenas possuindo nomenclaturas diferentes por terem sido geradas por órgãos diferentes da União.

Caso o trabalhador não consiga encontrar o seu número, poderá verificar tanto online ou pelo telefone conforme explicamos a seguir.

Mas antes de sabermos como encontrar o seu número de identificação, é importante também que se conheça um pouco mais sobre o assunto.

Infelizmente muitas pessoas perdem o seu número, ficando impossibilitadas de recolher os seus benefícios junto a caixa.

Felizmente, há várias maneiras simples e rápida de saber o número do PIS agora mesmo, tanto ONLINE, quanto pelo TELEFONE, olhando na carteira de trabalho (CTPS) ou simplesmente no seu Cartão Cidadão, perguntando para o RH da sua empresa, ou indo diretamente na CAIXA FEDERAL ou em um posto do INSS.

Como saber o número do PIS ONLINE:

Para descobrir qual o seu número do Programa de Integração Social, você deve primeiramente entrar no site do INSS

Após entrar no site da previdência social, você deve clicar no lado esquerda da tela, aonde está escrito INSCRIÇÃO, e logo depois em AFILIADO. Clique na foto para ampliar.

Site do governo

Em seguida você deve preencher todos os campos, com seu nome completo, CPF, data de nascimento, nome de sua mãe da mesma forma que está escrito na sua carteira de identidade (IMPORTANTE: Deve ser colocado até erros de ortografia, se houver), e pelo menos um dos documentos complementares pedido abaixo, como o RG (Não adicionar nem pontos nem o hífen).

Em seguida, digite os códigos verificadores no final da página, e clique em continuar.

Pronto, seu PIS aparecerá no topo da página, logo após a mensagem do Site do INSS que dirá que você já possui um cadastro ativo, não se preocupe, é exatamente isso que queremos. Exatamente onde está em amarelo na foto. (clique na foto para ampliar e ver aonde ficará o seu PIS)

Site do governo

Encontrar pelo Cartão Cidadão ou pela CTPS.

Estas são as formas mais simples de encontrar o número do PIS, visto que eles estão escritos com bastante destaques no seu documento.

No cartão Cidadão o número se encontra logo abaixo do seu nome.
cartão do cidadão Caixa

 

Na sua Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), ele está na parte de cima, aonde está a sua foto.

Como encontrar pelo telefone

Você também pode encontrar o número pelo telefone, para isso basta ligar para a central de atendimento do INSS no número 135, e em seguida digitar o código 5.

Logo em seguida você será atendido pessoalmente, aonde poderá tanto atualizar seus dados pessoais como pedir o números do seu PIS.

Você também tem a opção ligar diretamente para a CAIXA FEDERAL no número 0800 726 0207, basta seguir o caminho indicado e reaver facilmente o seu código.

Essas são as formas de conhecer o seu PIS pelo telefone, se sabe alguma mais, deixe nos comentários que atualizamos o texto.

Outras formas de encontrar o número

Você também pode encontrar o número de diversas outras formas, como por exemplo perguntar para o RECURSOS HUMANOS da empresa que você labora, ou se dirigir diretamente a um posto de atendimento da Caixa Econômica Federal. Todas essas formas também serão possível para você encontrar o seu Número PIS/PASEP.

É de extrema importância que você tenha o seu número guardado e/ou anotado, visto que você precisará dele diversas vezes, e sem ele o trabalhador fica impossibilitado de resolver inúmeros problemas.

Pronto, você já possui seu número de identificação como trabalhador, com ele você poderá sacar seu FGTS e inúmeros outros procedimentos aonde ele é requerido.

Caso tenha ficado qualquer dúvida, você sempre pode ligar diretamente para a Caixa ou deixar um comentário abaixo, que nossa equipe entrará em contato o mais breve possível.

 

 

Compartilhar com amigos:

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário